Presença

Como dizer “não” para o consumismo dos filhos

Como dizer “não” para o consumismo dos filhos

6 minutos O mercado apela para nossas carências ocultas e o consumismo se configura para satisfazê-las. Se ele não existisse, não saberíamos que haveria um problema. O desequilíbrio exterior vem sempre de um desequilíbrio interior. Se acreditamos que precisamos de tantas coisas é porque falta que nos apoderemos de nós mesmos. O consumismo tanto adulto quanto infantil revela uma falta de conexão consigo. A vontade excessiva de TER significa sempre uma falta de SER. Continuando os artigos Bebê Livre de Consumismo e Menos Telas Para Mais Continue lendo

15 atitudes para criar tempo já

15 atitudes para criar tempo já

12 minutos e fazer o que realmente importa: Leia também Como criar tempo. 1. Elimine os relógios: da parede, do pulso, do carro, eles são os sentinelas da prisão da qual você tem que sair. “Em vez de sentirmos a presença invisível de um imenso relógio na parede, denunciando-nos os minutos, as horas que estamos perdendo com essa conversa com nosso amigo, com nossos filhos, com as pessoas que vêm falar conosco, em vez de percebemos em toda parte os olhos desse deus-velocidade a Continue lendo

Como criar tempo

Como criar tempo

6 minutos “Todos os dias quando acordo Não tenho mais O tempo que passou Mas tenho muito tempo Temos todo o tempo do mundo Todos os dias Antes de dormir Lembro e esqueço Como foi o dia Sempre em frente Não temos tempo a perder” Se você já está cansado(a) de ouvir que falta de tempo não é desculpa para fazer o que é importante pra você mas, mesmo assim, não consegue arranjar tempo para isso, e tem a impressão, ou a certeza já, Continue lendo

Vivendo como nossos filhos

Vivendo como nossos filhos

15 minutos Se você não vive do mesmo modo que seus filhos, há algo errado com você, e não apenas errado, mas muito errado com você. Estou afirmando isso porque desde que comecei a escrever este artigo, há alguns dias, despertei para essa verdade. Se você não tem filhos, ok, basta olhar de perto qualquer criança ao seu alcance, ou se lembrar de quando você era pequenino(a) e se perguntar se você tem vivido a vida como uma criança. O incômodo Vivia incomodada sem entender o porquê Continue lendo