Presença

Aos meus filhos

Aos meus filhos

8 minutos Eu não sou a mãe que “mata os peixes”, sou aquela que enche o apartamento de plantas e adota dois gatos, tenta dar conta de tudo mas vive deixando vocês abrindo a porta da geladeira mil vezes procurando coisa porque não fez mercado, nem compra quase porcaria… a mãe natureba apressada. Perdão meus filhos. Eu não sou a mãe que mima, deixo isso para a avó de vocês. Mas, sabe de uma coisa? A avó de vocês, quando era minha mãe, também Continue lendo

Agradeça ao ver a sombra

Agradeça ao ver a sombra

1 minuto Quando você descobrir uma face sua que não é amor e perceber nas suas atitudes aquela sombra se revelar, não se martirize. Certas reações e “modus vivendi” levam um certo tempo para serem transformados, por estarmos há muito tempo atuando de modo vicioso e inconsciente, no famoso “automático”. Então, ao descobrir uma faceta sua desprovida de amor e assumi-la corajosamente pra si mesmo, tenha paciência consigo para, aos poucos, agir com amor nos momentos em que ela se revelar. No início, talvez, Continue lendo

Você come mais emoções que as sente e nem se deu conta disso

Você come mais emoções que as sente e nem se deu conta disso

5 minutos Nós já estamos na era em que as emoções mediatizadas suplantam as emoções reais. É o que constato eu, aqui, na megalópole. Pelo menos quanto ao tempo linear, passamos  mais tempo vivenciando emoções através da mídia que através de experiências nossas, presenciais. A cada dia que passa, vejo o quanto já estamos vivenciando o way of life do filme Wall-E (Disney/Pixar 2008). No filme, após entulhar a Terra de lixo e poluir a atmosfera com gases tóxicos, a humanidade deixou o planeta Continue lendo

Não seja perfeccionista, seja PERFEITO

Não seja perfeccionista, seja PERFEITO

6 minutos Ser perfeccionista é ser mais imperfeito do que já somos. Porque, ao nos exigirmos apenas “dar conta de tudo”, vide todas as demandas que assumimos nos nossos vários papéis sociais (de mãe, pai, filho, trabalhador, donos de casa, etc), e com um nível de exigência alto muitas vezes, não “perdemos” o tempo necessário com o que é importante.  Corremos demais para dar conta das urgências e deixamos as importâncias para depois. Como assim?? Explico. Urgente, por exemplo é você pagar as contas, comprar comida, alimentar-se Continue lendo

Como eu resolvi viver do que amo sem voltar atrás

Como eu resolvi viver do que amo sem voltar atrás

12 minutos Após eu escrever meu último artigo, em que descrevi um pouco da minha realidade de mãe solo de três, longe da família e feliz, alguns questionamentos surgiram por parte de alguns leitores e resolvi compartilhar um pouco mais do meu atual processo de busca por uma vida que amo, o que inclui, claro, sustentar essa vida que amo, ou seja: trabalhar no que amo.  …5, 4, 3, 2, 1! 2016 chegou, algo mudou? Minha contagem regressiva não é a do ano novo, não Continue lendo

O que há por trás das birras consumistas

O que há por trás das birras consumistas

9 minutos Da mesma forma que quem não abandona o consumismo não consegue dar uma infância livre aos filhos, quem não se olha, não consegue olhar os filhos. Você já parou pra se perguntar por que as crianças pequenas fazem tanta birra quando ouvem um “não” como resposta, ainda mais quando se trata de consumir algo? Seria só uma expressão de revolta pela frustração? Ou um teste para saber até onde podem ir? Poderia ser outro o motivo das manhas homéricas? Foi refletindo a partir de Continue lendo