Crianças

O que há por trás das birras consumistas

O que há por trás das birras consumistas

9 minutos Da mesma forma que quem não abandona o consumismo não consegue dar uma infância livre aos filhos, quem não se olha, não consegue olhar os filhos. Você já parou pra se perguntar por que as crianças pequenas fazem tanta birra quando ouvem um “não” como resposta, ainda mais quando se trata de consumir algo? Seria só uma expressão de revolta pela frustração? Ou um teste para saber até onde podem ir? Poderia ser outro o motivo das manhas homéricas? Foi refletindo a partir de Continue lendo

MENOS telas para MAIS vida

MENOS telas para MAIS vida

menos de 1 minuto ou Porque você deve reduzir o consumo de mídia em tela da sua família Por Mariana Fernandez “Baby steps” para consumir menos Na língua inglesa há a expressão corrente “baby steps”, que traduzida literalmente para o português seria passos de bebê. As expressões similares na nossa língua seriam: “pouco a pouco”,”um passo de cada vez”, “engatinhando”, “primeiros passos”. Todas significam a mesma coisa: que “devagar se vai ao longe”. Mas, para onde estamos indo? E para onde estamos guiando os Continue lendo

Bebê livre de consumismo

Bebê livre de consumismo

menos de 1 minuto Todo ser vivo, desde o momento da concepção até sua morte, precisa consumir energia em diversas formas para sobreviver, seja em forma de luz, água, nutrientes e etc. Mas, além do consumo necessário à sobrevivência, há o consumismo, que se trata do consumo de coisas desnecessárias. Assim, pensando num ser humano que abarcou nesta terra há pouco tempo, e que só tem necessidades reais como se alimentar, dormir, ser cuidado e amado, o que ele realmente precisa consumir além de Continue lendo

Vivendo como nossos filhos

Vivendo como nossos filhos

15 minutos Se você não vive do mesmo modo que seus filhos, há algo errado com você, e não apenas errado, mas muito errado com você. Estou afirmando isso porque desde que comecei a escrever este artigo, há alguns dias, despertei para essa verdade. Se você não tem filhos, ok, basta olhar de perto qualquer criança ao seu alcance, ou se lembrar de quando você era pequenino(a) e se perguntar se você tem vivido a vida como uma criança. O incômodo Vivia incomodada sem entender o porquê Continue lendo