35 coisas que aprendi em (quase) 35 anos

35 coisas que aprendi em (quase) 35 anos

6 minutos Como meu 5° setênio de vida está chegando ao fim, e tenho muito a comemorar, afinal, já encontrei muito do meu tesouro, resolvi fazer uma lista como forma de agradecimento: 1. Nunca deixe de fazer o que você morre vontade mas tem vergonha. Mesmo que saia mal feito por conta do nervosismo e/ou inexperiência, quando você olhar pra trás, vai se sentir muito feliz por ter tido coragem; 2. Não seja perfeccionista, ou fará menos do que pode. Seja você e busque fazer Continue lendo

Não desista, salve a minha vida!

Não desista, salve a minha vida!

4 minutos Não há competição. Não disputamos as mesmas conquistas. Sequer caminhamos o mesmo caminho. A ideia de que devemos competir uns com os outros, na medida em que a admitimos, apenas serve para nos segregar e, consequentemente, para nos enfraquecer. “Competição” é apenas uma ideia, só que comprada por milhões, aí é que está o problema: muita gente lutando contra adversários irreais, transformando nosso meio ambiente numa arena, quando, na verdade, nós mesmos é que somos o nosso real oponente e a luta Continue lendo

Não seja perfeccionista, seja PERFEITO

Não seja perfeccionista, seja PERFEITO

6 minutos Ser perfeccionista é ser mais imperfeito do que já somos. Porque, ao nos exigirmos apenas “dar conta de tudo”, vide todas as demandas que assumimos nos nossos vários papéis sociais (de mãe, pai, filho, trabalhador, donos de casa, etc), e com um nível de exigência alto muitas vezes, não “perdemos” o tempo necessário com o que é importante.  Corremos demais para dar conta das urgências e deixamos as importâncias para depois. Como assim?? Explico. Urgente, por exemplo é você pagar as contas, comprar comida, alimentar-se Continue lendo

A vida começa quando morremos para o que não somos

A vida começa quando morremos para o que não somos

8 minutos Sobre a minha morte Com 33 anos eu morri, dei adeus a tudo a que meu ego se apegava e recomecei minha vida do zero. Sempre tive uma fixação imensa pelos 33, o ano da morte do maior iluminado que passou pelo planeta Terra. Jesus morreu aos 33, eu também, menos fisicamente e, como eu, muitos devem sentir essa morte, como explica a Antroposofia: “E para completar, o 33o. ano, que pontua o máximo de encarnação do homem na Terra, e ano da morte de Continue lendo

Quando soltamos o MEDO ganhamos o SONHO

Quando soltamos o MEDO ganhamos o SONHO

3 minutos Você já pensou que talvez todo o medo que você tenha seja apenas decorrente de uma impossibilidade sua de ver além? Que não passe apenas de teimosia sua em querer acreditar que tudo é aquilo que você consegue  ver? E que, sem todo esse medo, seja possível um Universo além do mundo em que vivemos e nos  relacionamos? Onde possamos realizar muito mais do que ousamos querer? O medo do medo é, na maioria das vezes, mais forte que o próprio medo do Continue lendo

Por que sentir medo é um bom sinal

Por que sentir medo é um bom sinal

menos de 1 minuto O medo aparece quando? Quando nos sentimos inseguros. Quando nos sentimos inseguros? Quando saímos de uma zona de conforto. Quando saímos de uma zona de conforto? Quando apesar de confortáveis não nos sentimos bem (ou somos empurrados para isso). Quando não nos sentimos bem? Quando o nosso meio exterior não condiz com o nosso meio interior. Quando somos empurrados pra isso? Quando perdemos algo que nos mantinha seguros. Qual a solução? MUDAR O que mudar gera? MEDO Então o medo Continue lendo